top of page
  • Foto do escritorGeovanne Solamini

Personagens que Maria Adelaide Amaral resgatou em ‘TiTiTi’

Além dos atores que participaram das duas versões da novela, a autora trouxe de volta personagens marcantes do seu mestre

Um dos muitos pontos positivos do remake de ‘TiTiTi’ (2010), reprisada atualmente no “Vale a Pena Ver de Novo”, na TV Globo, é a homenagem que Maria Adelaide Amaral faz à seu mestre, Cassiano Gabus Mendes, autor da versão original da novela, exibida em 1985 (por sinal, esta é a segunda vez que Maria Adelaide assina o remake de uma novela de Cassiano; a primeira foi ‘Anjo Mau’, em 1997). Além de contar a história dos estilistas inimigos Victor Valentim (Murilo Benício) e Jacques Leclair (Alexandre Borges), Maria Adelaide inseriu tramas de outra novela do autor, ‘Plumas e Paetês’ (1980), adaptando a história da forasteira Marcela (Ísis Valverde) e da empresária Rebeca (Christiane Torloni).

Mas a homenagem não para por aí: por meio das várias referências no texto, através da metalinguagem, Maria Adelaide conseguiu inserir lembranças, falas, cenas e muito mais de muitas novelas, antigas ou recentes. Mesmo referenciado novelas de vários autores, Maria Adelaide relembra as novelas de Cassiano com carinho especial em seu texto, chegando a resgatar alguns personagens de suas novelas, com seus intérpretes originais, em participações muito afetivas, que vem fazendo sucesso nas redes sociais. Nesse texto, relembramos as grandes figuras do “cassianogabusverso”!

Mário Fofoca

Luís Gustavo como Mário Fofoca no remake de ‘TiTiTi’ (2010). | Foto: Reprodução/TV Globo

Personagem eternizado por Luís Gustavo na novela “Elas por Elas” (1982), além de uma série e um filme homônimos, ele era um detetive cômico e atrapalhado, marcante pelo seu terno roxo e tiques nervosos, que participaria apenas dos primeiros capítulos do remake de ‘TiTiTi’, mas devido ao sucesso com o público permaneceu na história até o fim, repetindo o que aconteceu na novela original, quando Cassiano criou o personagem apenas para os primeiros capítulos de “Elas”, mas foi tão popular que acabou ficando até o final, se tornando o grande protagonista da história. Em ‘TiTiTi’, ele é contratado por Breno (Tato Gabus Mendes) para investigar o suposto caso de sua mulher, Jaqueline Maldonado (Claudia Raia), com o estilista Jacques Leclair (Alexandre Borges). No fim das contas, Mário e Jaqueline acabam se tornando amigos. Num certo ponto da novela, Mário Fofoca finge ser o estilista Victor Valentim, personagem que Luís Gustavo viveu na ‘TiTiTi’ original.

Kiki Blanche

Eva Todor nos bastidores de ‘TiTiTi’ (2010) como Kiki Blanche. | Foto: Reprodução/TV Globo

A saudosa Eva Todor (1919-2017) fez muito sucesso como Kiki Blanche em ‘Locomotivas’ (1977), uma ex-vedete de teatro de revista que é dona de um salão de beleza na zona sul do Rio de Janeiro, que em ‘TiTiTi’ ganha uma filial na capital paulista. A atriz aparece apenas para uma participação onde visita o ateliê de Jacques Leclair e conversa com Jaqueline, referenciando a seu salão de beleza. Na mesma cena, há um encontro com Mário Fofoca, um momento pra lá de especial para os fãs de Cassiano Gabus Mendes. O cabeleireiro Julinho (André Arteche) viria a citar a personagem inúmeras vezes, depois de conseguir um trabalho no salão dela. A novela ‘Locomotivas’ também é referenciada numa cena em que as modelos Desirée (Mayana Neiva) e Amanda (Thaila Ayala) são maquiadas para um desfile, recriando a icônica abertura da novela.

Magda Diniz

Vera Zimmermann reviveu Magda Diniz no remake de ‘TiTiTi’ (2010). | Foto: Reprodução/TV Globo

O público também teve chance de rever a “Divina Magda” de ‘Meu Bem, Meu Mal’ (1990). Era assim que Magda (Vera Zimmermann) era chamada pelo mordomo Porfíro (Guilherme Karan – 1957-2016) nesta novela. Em ‘TiTiTi’, o público descobre que ela se tornou a grande herdeira da joalheria Venturini Designers, empresa da novela de 1990, e responsável por associar a empresa à um dos dois estilistas rivais da trama na criação de uma linha de joias. A personagem também ficou até o fim, unindo-se à Jaqueline quando esta decide retomar sua banda punk ‘Boletim de Ocorrência’.

Rafaela Alvaray

Marília Pêra reviveu a icônica Rafaela Alvaray no último capítulo de ‘TiTiTi’ (2010). | Foto: Frame de vídeo/TV Globo

talvez o retorno mais surpreendente foi o que aconteceu no último capítulo, onde a icônica protagonista de ‘Brega & Chique’ (1987) marca presença no red carpet do Circuito Fashion Week, onde o desfile final da novela acontece e encerra a rivalidade entre Jacques Leclair e Victor Valentim. Uma socialite falida em sua novela original, Rafaela é ovacionada por todos nessa participação, principalmente pelos dois estilistas e pela imprensa ali presente. Tece comentários críticos e autênticos aos estilistas competidores, mas reconhece a ousadia da moda brasileira. Foi a cereja do bolo no último capítulo da novela.

Comments


bottom of page